Indicadores de Juruti - Sobre o empreendimento da Alcoa

Sobre o empreendimento da Alcoa

As expectativas locais sobre a Alcoa variavam entre o otimismo e a cautela. Por um lado, a presença do empreendimento da mineradora traria receita para o município, através tanto de recursos fiscais (impostos e taxas) quanto de vagas de trabalho para moradores de Juruti. A presença da Alcoa também poderia impulsionar outros setores econômicos, não relacionados com as operações diretas da empresa em Juruti, como o de comércio e de serviços. 

Por outro lado, boa parte dos jurutienses se preocupava com uma possível expansão desordenada do tecido urbano e a precariedade dos serviços públicos locais, em especial o abastecimento de água e o saneamento básico. Outra preocupação era com a falta de qualificação profissional para as vagas da Alcoa, o que poderia resultar na chegada de mais trabalhadores externos à cidade, inchando a população local e isolando ainda mais a comunidade do empreendimento em si. Decorrente do inchaço populacional, outra preocupação importante era com a pressão deste processo sobre os já precários serviços de saúde de Juruti. 

Além disso, diversos cidadãos de Juruti temiam que o crescimento da cidade trouxesse para dentro de suas casas problemas de cidades maiores, como a criminalidade e a delinquência juvenil. Isso colocaria em perigo não apenas a segurança física dos jurutienses, mas também o estilo de vida e os valores tradicionais da população local. Por fim, a degradação ambiental que o empreendimento da Alcoa poderia causar na cidade também era motivo de cautela para a população local.

ALCOA em Juruti

⇒ 2000: ALCOA inicia pesquisas técnicas nos platôs Capiranga, Guaraná e Mauari, no município de Juruti

⇒ 2005: concessão de licença prévia de operação e licença de instalação na cidade

⇒ Junho/2006: início da instalação do empreendimento de mineração

⇒ Dezembro/2007: licença de instalação renovada

Números do empreendimento da ALCOA em Juruti

⇒ Extração de bauxita: reserva de 700 milhões de toneladas métricas - um dos maiores depósitos de bauxita de qualidade no mundo

⇒ Produção prevista para os primeiros anos de operação: 2,6 milhões de toneladas/ano

⇒ Terminal portuário, às margens do Rio Amazonas: capacidade de acomodar navios de 75 mil toneladas

⇒ Ferrovia da Alcoa: 50 km de extensão, com 40 vagões com capacidade individual de 80 toneladas